Advocacia, ética e respeito.
Quinta-feira
05 de Dezembro de 2019 - 

Controle de Processos

Usuário
Senha
Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico

Notícias

Newsletter

Nome:
Email:

Cotação Monetária

Moeda Compra Venda
DOLAR 4,19 4,19
EURO 4,65 4,65
LIBRA ES ... 5,49 5,50

Previsão do tempo

Hoje - Taubaté, SP

Máx
30ºC
Min
21ºC
Pancadas de Chuva a

Sexta-feira - Taubaté, SP

Máx
25ºC
Min
20ºC
Chuva

Sábado - Taubaté, SP

Máx
28ºC
Min
17ºC
Possibilidade de Chu

Ações que questionam Reforma da Previdência tramitarão em rito abreviado

O ministro Luís Roberto Barroso, relator das Ações Diretas de Inconstitucionalidade (ADIs 6254, 6255, 6256 e 6258) que questionam dispositivos da Reforma da Previdência (Emenda Constitucional 103/2019) aplicou aos quatro processos o rito abreviado previsto na Lei das ADIs (Lei 9.868/1999) em razão da “inequívoca relevância” e do “especial significado para a ordem social e a segurança jurídica” da matéria. A providência faz com que as ADIs sejam julgadas pelo Plenário do STF diretamente no mérito, dispensando-se o prévio exame das liminares. O ministro Barroso também solicitou informações ao presidente da República, aos presidentes do Senado Federal e da Câmara dos Deputados, que deverão ser prestadas no prazo de 10 dias. Em seguida, determinou a abertura de vista ao advogado-geral da União e, sucessivamente, ao procurador-geral da República, para manifestação no prazo de cinco dias. As quatro primeiras ADIs contra a Reforma da Previdência foram ajuizadas por associações de defensores públicos, magistrados e integrantes do Ministério Público. Leia mais: 19/11/2019 - STF recebe as primeiras ações contra a Reforma da Previdência
02/12/2019 (00:00)
Visitas no site:  1140783
© 2019 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.