Advocacia, ética e respeito.
Terça-feira
06 de Dezembro de 2022 - 

Controle de Processos

Usuário
Senha
Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico

Notícias

Newsletter

Nome:
Email:

Cotação Monetária

Moeda Compra Venda
DOLAR 5,25 5,25
EURO 5,52 5,52
LIBRA ES ... 6,41 6,41

Previsão do tempo

Hoje - Taubaté, SP

Máx
24ºC
Min
20ºC
Chuva

Quarta-feira - Taubaté, SP

Máx
25ºC
Min
20ºC
Chuva

Quinta-feira - Taubaté, SP

Máx
27ºC
Min
18ºC
Parcialmente Nublado

Tribunal promove programação cultural na 16ª Primavera de Museus

Cerca de 700 pessoas compareceram ao Palácio e Palacete.     O Tribunal de Justiça de São Paulo participou, neste final de semana (24 e 25/9), da 16ª edição da Primavera de Museus. O Palacete Conde de Sarzedas – sede do Museu do TJSP – e o Palácio da Justiça abriram suas portas para o público. Com a temática “Independências e museus: outros 200, outras histórias”, o evento nacional organizado pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) visa fomentar o interesse do público em diferentes áreas do conhecimento. Ao longo dos dois dias, cerca de 700 pessoas prestigiaram as atividades do Poder Judiciário paulista.     No prédio do Museu, além de visitas monitoradas ao acervo, o público pôde acompanhar, no sábado (24), a palestra “Reflexões sobre o Processo de Devassa da Inconfidência Mineira”, proferida pela historiadora e doutora em Ciências Mariana de Carvalho Dolci. “Todas as ditas ‘Inconfidências’ envolviam, em algum sentido, uma contestação à monarquia, uma traição ao soberano”, afirmou a palestrante, abordando o contexto histórico, o início do movimento, as influências de outros países e o legado de Tiradentes. Assista à aula aqui.     No domingo (25), os visitantes do Palacete foram recepcionados com uma jam session comandada pelo músico e servidor do TJSP Aldo Scaglione. A apresentação teve participação de vários músicos: os magistrados Iberê de Castro Dias (contrabaixo acústico) e Josué Vilela Pimentel (clarinete), os pianistas André Growald e Márcio Dias, o baterista Jovito Colunna e o trompetista Carlos Lima. O show, que contou com repertório de jazz, blues e bossa nova, contou com versões de “What a Wonderful World” (Bob Thiele/George David Weiss), “La Vie En Rose” (Édith Piaf), “Garota de Ipanema” (Antonio Carlos Jobim/Vinicius de Moraes), “Carinhoso” (Pixinguinha/João de Barro), entre outras. A servidora Lidiane Covacic subiu ao palco para dar uma canja, assim como outras pessoas do público.     O Palácio da Justiça ficou aberto das 9 às 17 horas para visitação, com tours monitorados em horários específicos, organizados pela Diretoria de Cerimonial e Relações Públicas da Secretaria da Presidência (SPr). A equipe de servidores do setor, que recebeu alunos e professores de faculdades de Direito e público em geral, apresentou aos visitantes a história do centenário edifício e do Judiciário paulista. “A visita foi ótima, fiquei encantada e me senti muito bem recebida. Também estive no prédio do Museu para assistir à banda. Foi muito emocionante, a música toca no coração da gente”, afirmou Rosa Dias, que esteve nas dependências no TJSP pela primeira vez.     Mais fotos no Flickr.          imprensatj@tjsp.jus.br     Siga o TJSP nas redes sociais:     www.facebook.com/tjspoficial     www.twitter.com/tjspoficial     www.youtube.com/tjspoficial     www.flickr.com/tjsp_oficial     www.instagram.com/tjspoficial     www.linkedin.com/company/tjesp
26/09/2022 (00:00)
Visitas no site:  3049065
© 2022 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.